Buscar:   meu ip é  54.224.121.67      saiba mais

  Indique para um amigo

 

Pacotão de segurança: vírus podem danificar hardware?

Se você tem alguma dúvida sobre segurança da informação (antivírus, invasões, cibercrime, roubo de dados, etc), vá até o fim da reportagem e deixe-a na seção de comentários. A coluna responde perguntas deixadas por leitores todas as quartas-feiras. 

 

>>> Vírus danificam hardware?

“Gostaria de saber se um ataque (vírus) pode danificar fisicamente o computador. Há algum tempo, um vírus atingiu meu PC e desde então meu HD e placa-mãe têm mostrado problemas. O computador trava muito, desliga sozinho, mesmo depois de eu tê-lo reformatado várias vezes. Pode ser o vírus?â€Â
Aline

Sim, é um possível que um vírus danifique o hardware do computador. Porém, não acredito que este tenha sido o seu caso, simplesmente porque tal vírus ainda não existe.

Para que um código malicioso danifique hardware, ele precisa se aproveitar de um problema do próprio hardware. Foi o caso do vírus Chernobyl (1998), que “matavaâ€Â as placas-mãe porque elas não protegiam o programa de inicialização (BIOS) e também não tinham capacidade de recuperação do mesmo, sendo obrigatória a substituição do chip ou da placa inteira.

O Chernobyl não é mais capaz de funcionar nos PCs de hoje e não se tem conhecimento de outro vírus que danifique o hardware, embora isso seja tecnicamente possível. Seus problemas são provavelmente causados por software.

Vale mencionar que um programa não precisa ser malicioso para causar danos aos componentes físicos do computador. A distribuição Linux Ubuntu, muito popular entre iniciantes no sistema, tinha um comportamento de economia de energia que, em alguns notebooks, reduzia o tempo de vida útil do disco rígido; em certos casos, até mesmo um “clickâ€Â podia ser ouvido. Os desenvolvedores do Ubuntu contornaram o problema, mas, vale deixar bem claro, isso só aconteceu porque os discos apresentam um erro.

Hardwares também têm defeitos na programação de seus componentes -- “bugsâ€Â não são exclusivos de softwares.

 

>>> Vírus resistem à reformatação do disco?

“Gostaria de saber se um vírus permanece no computador depois que eu reformatar e reinstalar o sistema operacional. Tive um problema com vírus e mesmo reformatando o computador, continuo com problemas, como o Setup, que desconfigura sozinho. Gostaria de saber se é efeito do vírus. Obrigada!â€Â
Gisele

A reformatação e o reparticionamento do disco eliminam qualquer tipo de vírus ali armazenado. Teoricamente seria possível, sim, um vírus se armazenar na BIOS. Mas isso está restrito a ataques específicos e seria difícil que esse fosse seu caso, Gisele.

Geralmente quando um vírus volta para o computador depois de uma reformatação, o que acontece é que o disquete, o CD-ROM ou outras ferramentas usadas para realizar a tarefa estavam infectadas. Por isso, o disco foi reinfectado durante o próprio processo de reformatação. Em outros casos, cópias piratas infectadas do Windows foram usadas para a instalação do sistema.
Pelo erro que você descreve, acredito que o problema possa ser a bateria da CMOS. Ela é a responsável por guardar as configurações da BIOS, que você acessa pelo programa de Setup. Nos computadores novos, geralmente apenas a configuração do relógio é perdida se a bateria estiver fraca, mas algumas máquinas, especialmente as mais antigas, podem perder outras configurações.

 http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL974760-6174,00-PACOTAO+DE+SEGURANCA+VIRUS+PODEM+DANIFICAR+HARDWARE.html


Voltar



  • Publicidade
© 2008 News Datahouse Datahouse
home |contato