Buscar:   meu ip é  54.224.121.67      saiba mais

  Indique para um amigo

 

Fórum de Liberdade Religiosa destaca a importância do respeito à diversidade

Participantes durante evento de liberdade religiosa em São PauloSão Paulo, SP ... [ASN] Cerca de 200 pessoas compareceram ao XV Fórum Paulista de Liberdade Religiosa e Cidadania que aconteceu na Assembléia Legislativa de São Paulo, dia 01 de junho de 2010, que debateu o seguinte tema: “Liberdade Religiosa no Estado Democrático de Direito”. O evento foi promovido pela  Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania (ABLIRC). Várias autoridades públicas e representantes dos mais diferentes segmentos religiosos participaram. A programação contou ainda com a participação do Coral Jovem Águia do Leste, do Clube de Desbravadores do conjunto José Bonifácio, zona leste de São Paulo. A instituição Amisrael fez uma apresentação folclórica judaica muito apreciada por todos.

A tônica dos discursos foi de incentivo à ampliação de atividades que destaquem a importância do respeito ao sentimento religioso das outras pessoas, por mais diferentes que possam ser. Para o professor Euler Bahia, reitor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), “o respeito é fundamental para a vida em sociedade, todo pessoa que deseja ter seus direitos preservados, deve respeitar o direito equivalente dos outros”, destacou o educador.
O doutor Carlos Roberto de Souza, Juiz de Direito, disse que “iniciativas como essa da ABLIRC merecem apoio e incentivo, pois têm contribuído para a sensibilização das autoridades sobre a importância desse direito fundamental que é a Liberdade Religiosa”, enfatizou o magistrado.
Em seu pronunciamento, Alcides Coimbra, secretário geral da ABLIRC, frisou o pensamento de Tomas Jefferson, que afirma: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”. O jurista fez um resgate das ações em defesa da liberdade religiosa que tomam vulto nesse início de século e que constituem um grande desafio para o século 21, mas destacou que importantes  instituições como o Ministério Público, OAB,  Secretaria da Justiça, Defensoria Pública, dentre outras, têm patrocinado ações efetivas de enfrentamento às situações de violação do direito à liberdade religiosa.[Equipe ASN, Portal UCB]

Fonte: http://www.portaladventista.org/


Voltar



  • Publicidade
© 2008 News Datahouse Datahouse
home |contato